Notícias

Lançamento do livro “Os dentes da delicadeza”

O autor captura o extremamente comum e o impregna de uma emoção que desafia a memória

– 31/05/2010


Release da editora

Com seus poemas, o autor possui o dom de capturar o incrivelmente comum, o absolutamente normal, e impregnar de uma emoção que desafia a memória. Everton Behenck é o penúltimo romântico. O último romântico é o leitor, que se apaixonará facilmente pela sua mordida.

Everton é um amigo muito contraditório. Por aquilo que sei, toca samba e é o legítimo tango argentino de Porto Alegre. O estreante mais veterano que conheço. O inédito mais publicado. Logo alguém dirá: conheço a figura de algum lugar!

Não conhece, pensava que conhecia até folhear esse livro.

Seu estilo tem a transparência de um origami e não é oriental. Dobrado de experiência, com telefones amassados, impressões e marcas de batom esmorecidas. Bem fossa ocidental. Dor-de-cotovelo lupicínica, de quem entende que não existe réu primário na paixão e logo pede a pena mais severa.

Não o deixe só. Perigoso. Em suas mãos, o papel corta mais do que uma faca.

Fabrício Carpinejar

Deixe um comentário

Nome *




* Campos obrigatórios

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba atualizações do site

Powered by FeedBurner

 

Livraria Cultura - Clique aqui e conheça nossos produtos!

 

 

Copyright © 2009 Literatsi. Todos os direitos reservados.
Powered by WordPress